Atos contra o governo ocorreram em 25 Estados e no DF



O País registrou neste domingo, 16, protestos contra o governo Dilma no Distrito Federal e em pelo menos 25 Estados e no Distrito Federal. Até o fim desta tarde, o maior volume de manifestantes divulgado pela Polícia Militar (PM) foi de 25 mil, registrado em Brasília, mesmo número dos atos de 12 de abril.

Da região Sudeste, a manifestação na Avenida Paulista, na região central de São Paulo, começou ao meio-dia e foi o mais movimentado do País, mas o número de participantes ainda não foi divulgado pela PM. Depois das 16 horas, o ato na capital paulista começou a se dispersar.

Em frente ao Instituto Lula, na capital, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) organizou um ato de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com a presença de 1.500 manifestantes, de acordo com a PM. Um dos líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri, fez uma projeção de mobilização de um milhão de manifestantes em todo o País. "Esperamos reunir hoje um milhão de pessoas em todo o Brasil. Nossa projeção é que seja maior que o último, mas menor que a primeira manifestação do ano."

O senador José Serra (PSDB-SP) chegou por volta das 16 horas à Avenida Paulista e deu uma volta em torno do carro de som do movimento Vem Pra Rua. Foi muito assediado e teve o nome conclamado pelos ativistas. "A manifestação é uma demonstração de impaciência. As pessoas ficam muito contentes de me ver aqui. Quase a totalidade são meus eleitores. A manifestação é pacífica sem governo ou sindicato por trás. Nas manifestações antigas, eu me lembro, tinha governo, sindicato, patrocínio. Eu me lembro. Hoje, não tem. Não tem partido. É um imenso grau de espontaneidade", exaltou.

No Nordeste, o protesto na capital maranhense começou com a participação de 500 pessoas, segundo a Polícia Militar do Maranhão. Quatro trios elétricos puxavam os gritos de ordem.O percurso do protesto em São Luís tem a extensão de 1,8 km. Os manifestantes em Recife começaram a se dispersar por volta das 14h. A mobilização, que começou às 9h, percorreu cerca de 3,5 quilômetros ao longo da Avenida Boa Viagem e, segundo os organizadores, reuniu cerca de 20 mil pessoas. A polícia não divulgou uma estimativa. O deputado federal Jair Bolsonaro subiu no carro de som da manifestação em Fortaleza.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial