Cuidados devem ser redobrados no primeiro trimestre da gravidez


Mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, vírus da zika e febre chikungunya (Foto: Junior Silgueiro/Gcom-MT)
G1

Por causa do medo dos casos de microcefalia, muitas mulheres grávidas devem preocupar-se em se proteger da picada do mosquito Aedes aegypti, principalmente durante os três primeiros meses de gestação, que é quando o feto começa a ser formado. Mas é importante lembrar que esses cuidados devem ser tomados durante toda a gravidez e até depois que o bebê nasce.

A empresária de Petrolina, no Sertão pernambucano, Annanda Leite, está com quase três meses de gestação. Quando recebeu a notícia que estava esperando o primeiro filho mudou a rotina. “Mudei até o estilo de roupa que tenho que usar. Sempre que posso uso blusa de manga comprida, de cor clara para poder estar afastando o mosquito”, contou a gestante.

Além das roupas, ela também não dispensa o repelente. É ele que vai impedir que o mosquito transmissor da dengue, da febre chinkungunya e do vírus da zika, apontado como causador da microcefalia em bebês, encoste nela. De acordo com o médico ginecologista, Antônio Ribeiro, os três primeiros meses é tido como o período de maior risco, pois é quando o feto está em formação.

“Nesta fase é exatamente o período embrionário, em que as células estão com a capacidade de se diferenciar nos seus diversos órgãos. E por conta disso, eles estão susceptíveis a sofrer agressões externas e sofrer malformações”, explicou o médico.

Além do mosquito, outros fatores também devem ser observados neste período gestacional. “Principalmente nos preocupamos com aborto e as malformações genéticas, que são decorrente de doenças e também o estado nutricional da mãe. Além de que, devemos acrescentar os cuidados desta epidemia do zika”, disse.

O recém-nascido não deve ter o contato com vírus da zika, porque ainda pode sofrer lesões cerebrais. Como nenhuma mãe quer que isso aconteça, todo cuidado é pouco. “Eu pretendo levar os cuidados até o final da gravidez. Porque a gente já começa a amar o bebe desde que ele está na barriga. Então o cuidado da mãe já inicia aqui no nosso ventre”, destacou Annanda Leite.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial