Delatores da Odebrecht citaram 415 políticos de 26 partidos



Segundo o jornal “O Estado de São Paulo” deste domingo (16), os delatores da Odebrecht citaram em seus depoimentos os nomes de 415 políticos de 26 partidos.

O PT é o que tem o maior número de citações (93), seguido pelo PMDB e o PSDB, ambos com 77. De Pernambuco aparecem o senador Humberto Costa (PT), o ex-senador Sérgio Guerra (PSDB), já falecido, e o deputado federal Betinho Gomes (PSDB).

Também aparecem na citação dos delatores o presidente Michel Temer e cinco ex-presidentes da República: José Sarney (PMDB), Fernando Collor (PSC), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT).

Além deles, também aparecem nas delações os senadores José Serra (PSDB-SP), Aécio Neves (PSDB-MG), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), os governadores Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e Fernando Pimentel (PT-MG), o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) e o pastor Everaldo Pereira (PSC-RJ).

O PP é a quarta sigla mais citada nas delações, com 35 membros, incluindo o seu presidente, senador Ciro Nogueira (PI), seguido pelo DEM com 22 citações.

O PSB tem 19 membros citados pelos delatores, o PSD 15, o PTB 11, o PR e o PCdoB 10, o PPS 9 e o PDT 8.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial