Recife amanhece sem ônibus e vias bloqueadas



Do G-1-PE

O Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco aderiu à paralisação nacional de 24 horas contra as reformas trabalhista e da Previdência Social, que tramitam no Congresso Nacional. De acordo com a entidade, nenhum ônibus saiu das garagens, nesta sexta-feira (28). A falta de transporte coletivo afeta cerca de dois milhões de passageiros na Região Metropolitana. Os sindicalistas informaram que entraram com um recurso na Justiça para não cumprir a determinação do Tribunal do Trabalho, que ordenou a circulação de pelo menos 50% da frota de coletivos nos horários de pico, entre 5h e 8h. Eles também vão apelar para reduzir a multa diária de R$ 100 mil arbitrada pelo Judiciário em caso de descumprimento da decisão.

Na manhã desta sexta-feira (28), o Metrô do Recife continuou funcionando normalmente, mas, nos Terminais integrados, não havia ônibus. Em Joana Bezerra, na região central da capital, o terminal de ônibus não abriu as portas. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos do Recife (CBTU), a situação se repetiu em todos os TIs que têm integração com o metrô.

A sexta-feira (28) começou com protestos e bloqueios em diversos pontos do Grande Recife. Por volta das 6h, um grupo de mulheres interditou os dois sentidos da Avenida Cruz Cabugá, no centro do Recife, contra a reforma da Previdência. Com faixas e cartazes, as manifestantes utilizaram pneus para fechar o acesso à via, próximo ao cruzamento com a Avenida Norte, um dos principais corredores viários da capital.

Também houve bloqueio nos dois sentidos da Avenida Recife, no bairro do Caçote, na Zona Oeste do Recife. Por volta das 4h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou duas interdições na BR 232, no bairro do Curado, Zona Oeste do Recife, e no município de Moreno, no Grande Recife. No Curado, manifestantes queimaram pneus no sentido Recife-Interior da via e, pouco depois das 5h, o Corpo de Bombeiros chegou ao local para liberar a pista.

Também houve registro de interdição em dois pontos nos dois sentidos dos quilômetros 48 da BR-101, entre os municípios de Abreu e Lima e Igarassu, e no 86, em Jaboatão.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial