Governo Marconi Santana incentiva retomada da cultura do plantio de algodão




No Plenário da Câmara de Vereadores, agricultores e agricultoras do município de Flores estiveram reunidos nesta quarta-feira (13), para discutirem o resgate da cultura do plantio do algodão no município, que em tempos de seca, o pode ser uma boa saída para os agricultores.

A iniciativa partiu da Secretaria de Agricultura local que, convocou professores da Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Embrapa para deliberarem sobre o tema.

“Vamos criar um grupo aqui em Flores e, a partir deste grupo, a gente possa realizar um trabalho de reintrodução do algodão, dentro de uma base orgânica  ou convencional.  A Embrapa dispõe da tecnologia e nós queremos criar esse novo ambiente. Com a apoio da Prefeitura esse processo cresce e juntos vamos obter sucesso”. Disse Fábio Aquino, pesquisado da Embrapa.

O algodão marcou a história econômica de Flores, na década de 40 e 50, com a instalação da Anderson Clayton, que teve seu escoamento da produção do algodão facilitado com a construção da ponte sobre o Rio Pajeú, e com o transporte via trem. Nesta época Flores, tornou-se o centro econômico da região. A informaç~]ao é do nosso parceiro Júnior Campos.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial