Boff se emociona ao falar sobre impedimento de ver Lula



O argentino Adolfo Pérez Esquivel, Prêmio Nobel da Paz, junto do teólogo Leonardo Boff, aguardam autorização para vistar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Polícia Federal de Curitiba desde 7 de abril.

Na ocasião, Boff afirmou que hoje prevalece o estado de exceção e a prisão ilegal de Lula é fruto de julgamento parcial. Espera-se que após a visita, Esquivel e Boff falem com os militantes do acampamento Lula Livre.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial