Filme rodado em Nazaré da Mata leva prêmio na Argentina



Em seu primeiro longa-metragem, o cineasta pernambucano Tiago Melo já vem conquistando reconhecimento digno de veterano. No domingo, ele saiu premiado na categoria Melhor Diretor na edição 2018 do Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires, por Azougue Nazaré.

A produção, gravada em Nazaré da Mata, saiu vencedora também, em janeiro, no Festival de Roterdã, quando foi eleito o melhor filme da mostra Bright Future, dedicada a novos e promissores talentos com temáticas originais.

Azougue Nazaré acompanha um grupo de personagens relacionados ao maracatu rural lidando com uma série de questões no período que antecede o carnaval. Entre as subtramas, um pastor evangélico que enxerga influências diabólicas no maracatu, além de tensões amorosas e acontecimentos sobrenaturais na cidade. 

O título traz no elenco traz músicos locais, como Valmir do Coco, e os integrantes de um maracatu de Nazaré da Mata, o Cambinda Brasileira, agremiação que completa cem anos em 2018. Já a relação de atores profissionais inclui nomes como Dandara de Moraes (Açúcar) e Nanego Lira (Central do Brasil). Por Breno Pessoa.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial