Influenza: Pernambuco já vacinou 61,2% do público



Até a manhã desta quarta-feira (23.05), 1.469.728 pessoas foram vacinadas contra a influenza em Pernambuco. O quantitativo representa 61,2% do total de 2.399.361 pernambucanos inclusos nos grupos prioritários. O público formado pelas puérperas está com o maior percentual vacinal, de 84,8%. Já entre as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, apenas 49,6% já foram imunizadas.

O objetivo do Estado é atingir, pelo menos, 90% do público total até o final da campanha, em 1º de junho. Até o momento, os municípios que já atingiram a meta foram: Santa Maria do Cambuca (100,56%), Abreu e Lima (96,87%) e Igarassu (90,37%).

Podem se vacinar contra a influenza: idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos até 45 dias), trabalhador de saúde, professores, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Também contempla pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais: doença respiratória crônica, cardíaca crônica, renal crônica, hepática crônica, neurológica crônica; diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias.

Em doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro. As pessoas com história de alergia a ovo, que apresentem apenas urticária após a exposição, podem receber a vacina da influenza mediante adoção de medidas de segurança. A vacina é contra-indicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores bem como a qualquer componente da vacina ou alergia comprovada grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial