Afogados da Ingazeira intensifica vacinação contra poliomielite e sarampo



Duas doenças que haviam sumido a muito do mapa de preocupações das autoridades sanitárias do Brasil. Uma, com pouca incidência, o Sarampo. No caso da poliomielite, há trinta anos não se registrava um caso sequer no País. Com a entrada de refugiados venezuelanos contaminados no Estado de Roraima, o alerta foi aceso. Para termos uma ideia do quanto sofremos com a doença, mais de 26 mil casos foram registrados no Brasil entre os anos de 1968 e 1989. E a poliomielite provoca sequelas graves, como a paralisia infantil.

Quanto ao sarampo, só este semestre, foram notificados 822 casos, com números preocupantes, sobretudo em Estados como Roraima e Amazonas.

Visando combater esse quadro, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira promove desde o início do mês, a campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo, direcionada para crianças de um a quatro anos, público-alvo.

E neste sábado, 18 de Agosto, todas as unidades básicas de saúde da zona urbana irão estar abertas, no horário das 7h ao meio-dia, para vacinar a população. Será o grande dia D de combate ao sarampo e à poliomielite. A campanha segue até o dia 31 de Agosto.

“Essas campanhas tem o objetivo de dar visibilidade ao problema e sensibilizar a população para o enfrentamento dessas doenças e para a proteção integral de nossas crianças. A ação do dia D será na zona urbana, mas durante a semana as unidades de saúde da zona rural também estão ofertando a vacina,” destacou o Secretário Municipal de Saúde, Artur Amorim. 

Comentários

Anterior Proxima Página inicial