Celpe lidera lista de insatisfação entre consumidores pernambucanos



A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) foi a empresa que recebeu o maior número de reclamações no Procon, no último mês. O balanço divulgado pelo Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor indica que foram 128 registros nos pontos de atendimento, 30 a mais que no mês de junho.

Entre as queixas principais estão: cobranças abusivas e eletrodomésticos que deixaram de funcionar devido à instabilidade de fornecimento de energia. Esse foi o caso do aposentado Humberto Pereira Cavalcanti. De acordo com ele, há quase nove meses, seu computador queimou devido a uma sobrecarga de energia.

Ainda segundo ele, foram vários telefonemas e mais de 40 e-mails enviados para a ouvidoria da empresa. “Eles não falaram nada. Apenas ouviram e registraram a queixa. Me disseram que receberia uma resposta entre 10 a 15 dias, e até agora nada”, explica. O jeito foi registrar a queixa direto na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Celpe

Sobre a reclamação de Humberto Cavalcanti, a Celpe esclareceu, por meio de nota, que a solicitação de ressarcimento por danos elétricos apresentou inconstâncias e não obedecia aos critérios estabelecidos pela Aneel. A empresa ainda informou que uma equipe foi à residência do cliente, mas nenhum equipamento foi apresentado para vistoria, e por isso a solicitação foi arquivada.

Sobre estar no topo do ranking de reclamações do Procon-PE, a Celpe se defendeu dizendo que as queixas registradas representam menos de 1% do universo de mais de 3 milhões de consumidores.

Por TV Jornal

Comentários

Anterior Proxima Página inicial