Piloto de ultraleve anfíbio realiza 1º pouso no Rio Pajeú, em Serra Talhada


O cirurgião dentista e agente da Polícia Rodoviária Federal, Edson da Silva Magalhães, 38 anos, morador do bairro AABB, realizou um feito marcante para a história de Serra Talhada, o primeiro pouso de ultraleve anfíbio na barragem do Jazigo, do Rio Pajeú.

O voo foi num avião que Edson da Silva possui e pilota há cerca de dois anos. O ultraleve faz parte da aviação leve, com aeronaves de até 600kg de peso bruto total, e pode variar das mais básicas até as mais avançadas.

Em contato com o FAROL DE NOTÍCIAS, o piloto aventureiro acredita que voar é muito mais seguro que andar de moto, visto não estarmos sujeitos a animais soltos, buracos e outros motoristas, inclusive embriagados.

“Pousei no Jazigo porque tem uma boa área para o pouso. Pousar e decolar na água é muito mais sensacional que o pouso em terra. É como você tivesse em uma lancha de repente ela começasse a voar. Muito Bom! Muita gente tem medo quando falar em voar, mas a aviação sempre foi o meio mais seguro de viajar. É que normalmente a pessoa tem medo do que não conhece! Claro que estamos sujeitos a riscos, mas o risco está no passeio de carro ou moto também”, comentou o serra-talhadense.

Assista:


Farol de Notícias

Comentários

Anterior Proxima Página inicial