Governo Trump corta financiamento para hospitais palestinos



O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou o fim de um auxílio de 25 milhões de dólares para hospitais palestinos em Jerusalém - uma medida que foi classificada como uma "chantagem política" por setores palestinos.

"O presidente ordenou uma revisão da ajuda americana à Autoridade Palestina na Cisjordânia e em Gaza, para assegurar que esses fundos sejam gastos de acordo com os interesses nacionais", disse um funcionário do Departamento de Estado à AFP.

Como resultado, "nós vamos redirecionar quase US$ 25 milhões inicialmente planejados para a rede hospitalar em Jerusalém Oriental, que irão para projetos prioritários em outros lugares", acrescentou a fonte.

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) reagiu rapidamente, denunciando uma "chantagem política" com uma medida "desumana e imoral".

"Ao eliminar verbas vitais para hospitais em Jerusalém, como o Hospital Augusta Vitória e o hospital de oftalmologia Saint Jean, o governo americano ameaça causar instabilidade e sérios danos a milhares de pacientes palestinos", disse Hanane Achraoui, da OLP.

"Decisão vergonhosa"
Enquanto isso, do escritório do primeiro-ministro palestino, eles denunciaram a ação como "uma decisão vergonhosa".

O governo dos EUA anunciou que vai parar de financiar a agência da ONU para refugiados palestinos (Unrwa), uma semana depois de ter eliminado mais de 200 milhões de dólares em ajuda aos palestinos. (AFP)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial
Blog do Ivonaldo Filho - Todos os Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.