Compesianos lançam livro com panorama hídrico da região Agreste



Os engenheiros civis Nyadja Menezes, Ronaldo Chagas e Sérgio Torres, que têm em comum a atuação de anos na Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), lançaram, nesta terça-feira, 23, o livro Sistemas de Abastecimento de Água, desenvolvido a partir de experiências profissionais no interior de Pernambuco, especialmente no Agreste, a região com o pior balanço hídrico de Pernambuco.

O lançamento do livro aconteceu na biblioteca Vicente Jorge Espíndola Rodrigues do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP | Wyden). Colaboradores da Compesa, autoridades, jornalistas e alunos estiveram presentes. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, que estava com agenda em Brasília, foi representado pelo assessor da diretoria de Articulação e Meio Ambiente, Waldecy Farias.  “Parabenizamos aos nossos colegas pelo importante trabalho que demonstra a importância de se documentar memórias. A Compesa tem percebido a necessidade de beber da fonte da sabedoria dessas pessoas que tanto contribuíram com a história da Companhia. Os autores são profissionais respeitados que estão colaborando com os futuros engenheiros sanitaristas e as próximas gerações”.      

Em sete capítulos e 264 páginas, os autores falam dos desafios superados durante o trabalho em uma das maiores empresas de saneamento do país. “Eu espero poder auxiliar as pessoas que estão tendo o primeiro contato na graduação com os sistemas de abastecimento de água. O livro traz as situações do dia a dia que eu vivenciei em 39 anos de trabalho na Compesa, situações essas que nos exigem pensamento rápido, criatividade e soluções urgentes para os problemas que impactam a população. É uma área desafiadora e apaixonante”, afirmou Sérgio Torres.

“O Abastecimento muda a vida das pessoas. A infraestrutura urbana é muito importante. Comecei na Compesa como estagiária em 1998 e eu fui me apaixonando por essa área. Tenho orgulho de fazer parte da Companhia e hoje lançar esse trabalho. A maioria dos livros sobre o tema traz uma abordagem muito genérica e foca nas regiões sul sudeste. Então, essa é uma obra em que o aluno daqui vai identificar situações da nossa região que tem um histórico de dificuldades no abastecimento de água típicas de uma região do semiárido do Brasil”, disse Nyadja Menezes.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial