Haddad vence Bolsonaro no Nordeste com mais que o dobro de votos



O resultado do segundo turno da eleição presidencial, que aconteceu neste domingo (28) e transformou Jair Bolsonaro (PSL) no 38º presidente da República, apontou, que, mais uma vez, o Nordeste foi a única região em que o segundo lugar Fernando Haddad (PT) venceu o presidente eleito. O ex-prefeito de São Paulo teve mais que o dobro dos votos do capitão reformado do exército.

Com quase 100% das urnas apuradas no país, 68,27% dos eleitores nordestinos votaram no candidato petista, enquanto 31,73% apostaram em Bolsonaro. Em Pernambuco, Haddad apareceu com 66,51% dos votos válidos, contra 33,49% do candidato do PSL, uma vantagem de praticamente o dobro. O Piauí foi quem deu a maior vitória ao petista, com 76,70%. Bolsonaro marcou 23,30% no estado. Dentre os estados da região, o Rio Grande do Norte foi onde os dois candidatos tiveram a menor diferença, ainda assim com larga vantagem para Haddad: 63,41% contra 36,59%.

PT

Mesmo sem a vitória, o Partido dos Trabalhadores (PT) pode comemorar o sucesso no Nordeste. Pela primeira vez, o partido conseguiu o Governo nos nove estados da região, sendo em quatro com governadores eleitos pelo próprio PT e cinco vitoriosos onde o partido fez parte da coligação.

Fátima Bezerra, eleita no Rio Grande do Norte neste domingo, se junta a Camilo Santana, no Ceará, Wellington Dias, no Piauí, e a Rui Costa, na Bahia, como os governadores eleitos do partido.

Os outro cinco estados, que serão governados por coligações que o PT fez parte, são: Pernambuco, após a reeleição de Paulo Câmara (PSB); Piauí, com Belivaldo Chagas (PSD), reeleito neste domingo; Alagoas, com Renan Filho (MDB); Flávio Dino (PCdoB) no Maranhão e João Azevedo (PSB), na Paraíba.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial