Passa de 830 número de mortos na Indonésia



Sequência de terremotos e tsunami abalou a ilha de Celebes. Autoridades anunciam a realização de enterro em massa, por motivos sanitários, na cidade de Palu, onde foi registrada a maioria das mortes.

O número de mortos na sequência de terremotos e tsunami que abalou a ilha de Celebes, na Indonésia, subiu para 832, segundo balanço divulgado neste domingo (30/09) pelas autoridades locais.

De acordo com o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, a maioria das vítimas foi registrada em Palu, cidade com cerca de 350 mil habitantes na costa oeste de Celebes, havendo também registro de 11 mortes na vizinha Donggala.

Nugroho afirmou que um enterro em massa será realizado na cidade de Palu, por motivos de segurança sanitária.

A Cruz Vermelha Internacional alertou que ainda há pouca informação sobre Donggala, cidade de difícil acesso, afirmando ser a situação "extremamente preocupante" no local.

As falhas nas comunicações têm dificultado os trabalhos das equipes de busca e salvamento no terreno. As agências internacionais falam em centenas de feridos, que recebem tratamento médico em tendas improvisadas.

As autoridades indonésias reabriram o aeroporto de Palu, o que deve acelerar a chegada de ajuda humanitária.

Os voos comerciais serão limitados, e as operações de emergência e de ajuda humanitária terão prioridade.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, visitou neste domingo Palu, área mais afetada.

A Força Aérea indonésia anunciou o envio para Palu de 12 aviões Hércules, quatro Boeing 737, cinco aviões CN 295, dois aviões CN 235 e vários helicópteros, para ajudar em tarefas de salvamento, assistência humanitária, retirada de moradores e logística.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial