Primeiro celular dobrável do mundo foi apresentado na China


Nem Samsung, nem Huawei, nem LG. A companhia que apresentou o primeiro celular dobrável do mundo foi a desconhecida chinesa Rouyu Technology (Royole Corporation), que mostrou o dispositivo, ainda que seja bem rudimentar, nesta quarta (31) em um evento realizado na cidade de Pequim, na China.

Especializada em fabricar displays flexíveis, a companhia fundada há seis anos apresentou o aparelho chamado de FlexPai e já o colocou à venda. O preço do produto, que será disponibilizado a partir deste 1º de novembro, não será nada barato: custará, em três versões diferentes, de US$ 1.290 a US$ 1.860 (de R$ 5.100 a R$ 7.360).

Quando aberto, o aparelho apresenta um display único com 7,8 polegadas, maior do que alguns tablets no mercado. Já quando está fechada, a tela se divide em três diferentes menores – uma na frente, uma na traseira e outra na lateral do dispositivo, de acordo com a BBC.

As diferenças entre os dois modelos à venda estão na memória e no armazenamento dos aparelhos. Uma outra versão diferente do dispositivo ainda será oferecida a desenvolvedores no resto do mundo.

O aparelho tem o perfil de top de linha, contando ainda com o Snapdragon 8150, que substitui o atual melhor processador da Qualcomm, o Snapdragon 845. Ele ainda tem duas câmeras na traseira e uma bateria de 3.800 mAh. A resolução da tela, com qualidade Amoled, é Full HD.

Em um vídeo, é possível verificar o funcionamento do dispositivo. O vídeo mostra alguns problemas no touch e um funcionamento bem rudimentar do sistema com a tela dobrável - mas é possível ver ela realmente se dobrando sem problemas.

O celular ainda tem um aspecto bem grosso por causa da tela que se dobra e pesará 320g – cerca do dobro do peso de celulares comuns da atualidade.


Comentários

Anterior Proxima Página inicial