Produtos da reforma agrária em Pernambuco estão presentes na feira da agricultura familiar na 77ª EAPD



A 77ª edição da Exposição de Animais e Produtos Derivados (EADP), que acontece até o próximo dia 11 de novembro, tem a agricultura familiar como foco no estande da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA). Dentre as associações expositoras participantes estão agricultores e agricultoras que vivem em assentamentos do Estado, como Galiléia, no município de Vitória, e Ullysses Pernambucano, em Abreu e Lima.

Os agricultores do assentamento Galiléia trouxeram ao público as plantas ornamentais e a realização de oficinas de como manejá-las. Durante todo o evento serão apresentadas temáticas de confecção de vasos artesanais feitos com materiais reutilizáveis, manejo de plantas do deserto, montagem de terrário, produção de fontes, entre outros conhecimentos. As oficinas serão realizadas sempre às 10h e às 14h até a próxima quarta-feira (07/11).

“Galiléia é o assentamento estadual acompanhado pelo Instituto de Terra e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe) reconhecido na história do Brasil e da América Latina como marco para a reforma agrária”, explicou o técnico social que acompanha o assentamento, Francisco Siqueira. Historicamente, a Reforma Agrária iniciou no Nordeste e contribuiu naascensão do movimento popular das Ligas Camponesas, responsável por reestruturar uma nova postura política em prol da melhoria das condições de vida no campo no País.

A associação Terra e Vida, uma das associações organizadas no assentamento Ulysses Pernambucano, trouxe artesanatos com materiais reutilizáveis e variedades de alimentos manufaturados, como pães, bolos, geléias, entre outros produtos feitos a partir de alimentos produzidos dentro do conceito da agroecologia.

A feira da agricultura familiar tem o apoio das vinculadas da SARA, como o Iterpe, Ipa, ProRural, Seaf e Ceasa. 

Comentários

Anterior Proxima Página inicial