Urina humana usada para fabricar 'biotijolos' na África do Sul


Os 'biotijolos' ão blocos cinzentos com aparência e peso semelhantes aos tijolos normais / Foto: Divulgação/Universidade da Cidade do Cabo

AFP

Um dia, no lugar de ser desperdiçado e eliminado através de tubulações, a urina humana poderá ser usada para construir uma casa, o que será um método muito mais verde e, com certeza, sem o perigo de um cheiro ruim.

E isso será graças a tijolos feitos de urina , segundo a mais recente descoberta de pesquisadores sul-africanos da Universidade da Cidade do Cabo, que trabalham com materiais de construção duráveis e que são menos prejudiciais ao meio ambiente.

Os pesquisadores esperam que esses "tijolos biológicos", uma inovação global, possam substituir os tradicionais tijolos de barro cozido ou cimento.

Usando uma técnica inspirada na formação natural das conchas, esses pesquisadores - dois alunos e um professor - conseguiram desenvolver protótipos desses novos tijolos, em um período de seis a oito dias.

No ano passado, um estudo de viabilidade foi lançado graças a uma doação do Water Research Council, uma agência governamental sul-africana, inicialmente usando urina sintética e, em seguida, urina humana.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial