A mais jovem: Poetisa de Solidão Milene Augusto participará das Mesas de Glosas


A poetisa Milene Augusto da cidade de Solidão, no Sertão de Pernambuco, participará das Mesas de Glosas que irão acontecer de agora por diante, em contato com a nossa redação, a artista disse que após muitos incentivos por parte de outros poetas, ela decidiu encarar esse novo desafio.

Apaixonada pela poesia, Milene ingressou cedo nesse mundo encantador das lindas poesias, logo aos 12 anos escreveu sua primeira poesia, confira o que fala a poetisa:

“Eu ouvia desde de pequena as cantorias de viola no rádio, mas nunca sonhava em ser poeta.

Aos 12 anos eu escrevi minha primeira poesia na escola, não sabia como era a estrutura, nem nada, mas fiz.


Com o passar do tempo eu comecei a escrever sextilhas e meus professores gostavam muito. Comecei a declamar em público na cidade de Solidão, mas não tinha nenhuma preparação, e nunca saía como eu queria.

No mês de Dezembro de 2017 conheci através do Facebook Paulo Moura, pai do cantor Raphael Moura  (autor da música "tudo o que eu queria") lá de Recife, ele viu minha vocação com a poesia e começou a me ensinar algumas coisas.


No mês de Março de 2018 ele veio juntamente com Raphael me visitar na escola que estudo em Solidão  (Erem Nossa Senhora de Lourdes). Paulo me presenteou com alguns livros de sua autoria e a partir desse dia, eu pude perceber o quanto a poesia seria importante para minha vida. Hoje considero Paulo Moura como um pai e Raphael Moura como um irmão, pela força que me deram e ainda me ajudam bastante, os dois sempre que podem vem me visitar.

No mês de abril de 2018 eu fui me apresentar no balaio Cultural, juntamente com uma amiga minha (Larissa Souza), declamei algumas sextilhas e fiquei surpreendida com minha apresentação.

Dai em diante fui pegando gosto pela poesia e tentando escrever os diversos tipos.

Conheci através de Paulo Moura, o poeta Andrade Lima, que também reside em Recife e foi através dele que  aprendi muito mais sobre a poesia.


No mês de agosto de 2018, lancei meu primeiro cordel (nas asas da poesia) com a participação especial do poeta Andrade Lima, na cidade de Tuparetama no BALAIO CULTURAL organizado por Fernando Marques; contei também com a colaboração de um grande cantor, compositor e poeta, da cidade de João Pessoa, Alexandre Pé de Serra.


Já declamei ao lado de grandes poetas e poetisas:

Andrade Lima, Dayane Rocha, Marquinhos da Serrinha, Lima Júnior, Thiago Gomes, Sara Cristóvão, Gabriel  Diniz, entre outros.

Já fiz apresentações em vários lugares do Pajeú, como Serra Talhada, Tuparetama, Tabira, São José do Egito, entre outras mais.

Recebi também alguns certificados de concursos de poesia, tendo bastante destaque neste meio.

Agora irei entrar nas mesas de glosas através de incentivos de poetas e poetisas, serei a poetisa mais nova na mesa, com apenas 16 anos e me orgulho muito disso.

Como eu sempre digo" a poesia pra mim é o ar que respiro”, disse a artista.


Comentários

Anterior Proxima Página inicial