Bolsonaro diz que vai rever contratos de publicidade da Caixa e BNDES


O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), utilizou sua conta no Twitter na noite desta quinta-feira (13) para afirmar que irá rever os contratos de publicidade e patrocínio de entidades administradas pelo governo, como a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social). Foi o que informou o UOL.

Bolsonaro disse ter tomado conhecimento de que a Caixa teria gastado aproximadamente R$ 2,5 bilhões em publicidade no último ano e classificou a prática como um "absurdo".

O novo comandante da Secom foi anunciado nesta segunda-feira (10) pelo futuro ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno. A pasta será chefiada pelo publicitário Floriano Barbosa de Amorim Neto, assessor do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente eleito.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial