Exercícios são aliados do tratamento de glaucoma



De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil tem até 1 milhão de pessoas portadoras do glaucoma, que é a segunda maior causa de cegueira no mundo, atrás apenas da catarata. Para quem não está familiarizado com o diagnóstico, o glaucoma se caracteriza pela elevação da pressão intraocular associada à condição de neuropatia óptica. O médico oftalmologista Michel Bittencourt os exercícios aeróbicos podem ajudar no tratamento. Foi o que informou o JC Online.

“Por ser uma doença com base neurológica e vascular, o componente vascular faz com que exercícios, como o aeróbico, aumentem o fluxo sanguíneo na região papilar e isso traga benefícios para a não progressão do glaucoma”, afirmou.

Quanto ao levantamento de peso, de acordo com Bittencourt, estudos comprovam que há aumento da pressão intraocular. “As pessoas que carregam muito peso na academia podem fazer uma manobra de Valsalva, que é prender o ar ao fazer esforço. Essa movimentação pode aumentar a pressão intraocular. Instrumentos de sopro ( trompete, saxofone, gaita)  também não são adequados para esses pacientes, além de nadar com óculos de natação muito apertados”, argumentou.

CAUSAS DO GLAUCOMA

O médico oftalmologista Michel Bittencourt explica que o glaucoma é causado pelo aumento da pressão intraocular. As causas podem aparecer em pacientes que tiveram traumas mecânicos; tenham pai, mãe ou irmãos com a doença (genético); uso prolongado de corticoides; idade avançada; pressão arterial elevada e diabetes, principalmente quando descontrolados.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial