Prass critica festa do título do Palmeiras com Bolsonaro


JC Online

A presença do presidente eleito Jair Bolsonaro na festa do título do Palmeiras no Brasileirão não agradou o goleiro Fernando Prass, que criticou o excesso de pessoas no gramado do Allianz Parque e a mistura de política com futebol.

"É sempre muito complicado misturar três coisas: futebol, política e religião. Se quiserem misturar essas coisas vai ter pano para manga, briga em família, discussão com amigos. São assuntos muito delicados", disse Prass ao jornal Agora São Paulo.

O arqueiro, contudo, inocentou o Palmeiras pelo ocorrido e criticou a CBF. "A festa, na realidade, é um evento da CBF. É no estádio do Palmeiras, mas quem entrega os crachás e autoriza quem sobe e quem não sobe é a CBF, não é o clube. Com certeza, se o Palmeiras quisesse colocar o Joãozinho para entregar o troféu, a CBF não iria deixar. Foi um evento de responsabilidade da CBF. Eu não sou a favor de misturar", comentou.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial