Túlio Gadêlha entra com representação contra Frota: ‘Xenofobia é crime’



O deputado federal eleito Túlio Gadêlha (PDT-PE) anunciou pelo seu perfil no Instagram que entrou com uma representação judicial no Ministério Público Federal (MPF) contra o também deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP). O anúncio da ação veio após Frota ter tido uma discussão com um usuário do Twitter nessa terça-feira (25) em que publicou, ironicamente, que o internauta com quem discutia “só podia ser de Pernambuco”. A reação não demorou e o assunto foi um dos mais comentados na rede social no Recife nessa quarta-feira (26).

“Xenofobia é crime. Agora é com a Justiça, Frota. Protocolei hoje interpelação judicial – pedido de explicações em juízo e representação contra o deputado paulista recém eleito, Alexandre Frota. Esse senhor não tem limites e agora irá aprender com as consequências dos seus atos”, postou Gadêlha.

O bate boca na rede social começou quando o parlamentar eleito pelo PSL publicou que “o Twitter é a rede que mais tem professores, estudiosos, cientistas e lacradores culturais”, em tom jocoso. Em resposta, um usuário que se descreve no seu perfil como pernambucano afirmou: “também tem ator pornô que não paga a pensão do filho”. O vereador da capital pernambucana Ivan Moraes Filho (PSOL) foi um dos que responderam, chamando Frota de “babaca”. (Blog de Jamildo)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial