Bolsonaro admite que Brasil pode ter base militar dos EUA


Resultado de imagem para Bolsonaro

Em entrevista concedida ao telejornal SBT Brasil na noite desta quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro admitiu que existe uma possibilidade de, no futuro, os Estados Unidos implementarem uma base militar no Brasil.

"A questão física pode ser até simbólica, hoje em dia o poderio das forças armadas americana, soviética, chinesa, alcança o mundo todo, independente de base. Agora, de acordo com o que estiver acontecendo no mundo, quem sabe vamos discutir essa questão no futuro", afirmou o presidente.

O capitão reformado ainda afirmou que o presidente dos EUA, Donald Trump, é o "homem mais poderoso do mundo" e que visitará em breve o país norte-americano.

"Já sinalizei para o Mike Pompeo [secretário de Estado dos EUA] e falei que em março gostaria de visitar os Estados Unidos e ter uma conversa com o Donald Trump. A princípio isso aí está pré-acertado."

As questões referentes aos Estados Unidos vieram após uma pergunta sobre o exercício militar russo realizado na Venezuela no começo de dezembro. À época, dois caças bombardeiros - com capacidade para transportar armamento nuclear - pousaram num aeroporto próximo a Caracas e irritaram os Estados Unidos. O secretário Mike Pompeo chegou a escrever em seu Twitter que são "dois governos corruptos desperdiçando dinheiro público".

"Já estava prevista essa manobra na Venezuela, nós sabemos qual a intenção do governo do Maduro [Nicolás Maduro, presidente venezuelano], e o Brasil tem que se preocupar com isso aí. Ao longo dos últimos 20, 25 anos, nossas Forças Armadas foram abandonadas por uma questão política. Nós, das Forças Armadas, somos o último obstáculo para o socialismo.", afirmou Bolsonaro. (Uol)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial