Brasil dá sorte e cai no grupo mais fácil da Copa América


Estadão Conteúdo

A seleção brasileira deu sorte no sorteio da Copa América, realizado na noite desta quinta-feira na Cidade das Artes, na zona oeste do Rio. Sob os olhares atentos do técnico Tite, a cerimônia apontou Bolívia, Venezuela e Peru na chave do Brasil. A estreia, dia 14 de junho, no Morumbi, será diante dos bolivianos.

Por ser o País-sede, o Brasil foi previamente colocado como cabeça de chave do Grupo A e já sabia o roteiro na competição. Faltava apenas a definição dos adversários. E, durante a cerimônia, coube ao colombiano Francisco Maturana definir quem será o adversário da seleção na estreia: ele tirou a Bolívia do Pote 4.

A Argentina ficou no Grupo B, junto a Colômbia, Paraguai e Catar Já a seleção uruguaia, outra cabeça de chave, disputará a primeira fase no Grupo C, considerado o mais difícil do torneio, ao lado de Equador, Japão e Chile.

A competição acontece entre 14 de junho e 7 de julho em cinco cidades do País. Caso se classifique em primeiro lugar no seu grupo e chegue à final, a seleção brasileira jogará em todas elas.

Na primeira fase, o Brasil fará duas partidas em São Paulo - contra a Bolívia, no Morumbi, e o Peru, na Arena Corinthians, dia 22 de junho - e uma em Salvador - diante da Venezuela, dia 18, na Arena Fonte Nova. Depois, jogaria na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, no Mineirão, em Belo Horizonte, e a grande final no Maracanã, no Rio.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial