FHC vê impacto negativo na imagem do Brasil com início de governo Bolsonaro


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que a percepção do mundo em relação ao Brasil foi afetada negativamente após a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência. Em entrevista à Radio France Internationale (RFI), FHC disse também ser oposição ao novo governo, mas que torce para a atual gestão "não erre" pelo bem do Brasil.

Segundo o tucano, que participou de um evento em Paris, "o governo começou complicado", com ações recentes nos primeiros dias do governo Bolsonaro que são "difíceis de imaginar que o mundo aceite com aplausos".

"A percepção do resto do mundo e particularmente na França é negativa", comentou, citando como exemplos a recusa em participar do pacto de imigração da ONU e a intenção de deixar a convenção sobre o Clima. Na segunda, o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, disse que o presidente concordou em manter o Brasil no Acordo de Paris.

FHC afirmou ainda que seria oposição "de qualquer maneira" porque não votou em Bolsonaro e que vê no governo elementos de extrema-direita. Por outro lado, não declarou voto em Fernando Haddad porque nunca esteve de acordo com as posições do PT. (Por AE)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial