Kim Jong Un ameaça mudar de atitude em relação aos Estados Unidos por causa de sanções

AFP

A Coreia do Norte pode considerar mudar sua atitude se os Estados Unidos mantiverem suas sanções contra o país, alertou o líder norte-coreano, Kim Jong Un, nesta terça-feira (1º), em seu discurso de Ano Novo, após 12 meses de aproximação diplomática.

"Se os Estados Unidos não cumprirem a promessa que fizeram diante de todo o mundo [...] e insistirem nas sanções e em  pressionar nossa república, não teremos outra opção senão considerar uma nova forma de salvaguardar nosso país, sua soberania e nossos interesses", afirmou.

Encontro com Trump
Kim se referia a seu encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em junho, em Cingapura, quando disse que realizaram "conversas frutíferas" e "trocaram idéias construtivas".

Na ocasião, os dois líderes assinaram uma vaga promessa sobre a desnuclearização da península coreana, mas desde então não houve grandes avanços, já que Pyongyang e Washington estão discutindo o significado dessa proposta.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial