Paulo Câmara toma posse para o 2º mandato de governador de Pernambuco


A cerimônia de posse do governador reeleito, Paulo Câmara (PSB) e da primeira vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), realizada na tarde desta terça-feira (1º), oficializou o início do novo mandato do chefe do executivo. O Presidente do Legislativo, deputado Eriberto Medeiros (PP) comandou a solenidade.

Na posse, o governador e a vice prestaram o ato de compromisso constitucional perante a Mesa Diretora. Ao final do encontro, Paulo Câmara faz a tradicional revista à tropa da Polícia Militar, em frente ao prédio-sede da Alepe.

O governador chegou acompanhado da primeira-dama, Ana Luiza Câmara, e da vice-governadora eleita, Luciana Santos. Lá, foram recebidos com as continências regulamentares pela guarda de honra composta por tropas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Em seu discurso, Eriberto Medeiros pediu união aos pernambucanos. “Não sabemos exatamente qual o cenário econômico e político que os Estados do Nordeste vão se deparar pelos próximo quatro anos. Torcermos sempre pelo melhor e que sejam respeitados os direitos sociais conquistados. Portanto, essa casa legislativa se manterá vigilante e conclama os cidadãos pernambucanos para se manterem unidos. Teremos na pessoa do governador Paulo Câmara o líder ideal para realizarmos essa caminhada juntos“, disse.

Após a leitura do compromisso constitucional, Paulo Câmara e Luciana Santos foram declarados empossados pelo presidente da Casa. Após a cerimônia no Plenário, os empossados cumprimentaram os presentes e, em seguida, concederam uma coletiva de imprensa.

Em seu pronunciamento depois de empossado, o governador lembrou dos ex-governadores socialistas Eduardo Campos e Miguel Arraes. “Há exatos 4 anos estive no antigo plenário dessa casa, onde me comprometi a trabalhar muito por Pernambuco, num grande desafio de substituir o inesquecível ex-governador Eduardo Campos, hoje representado aqui por renata e filho, a quem rendo minhas homenagens. Eduardo campos me faz lembrar da figura política do nosso líder político Miguel Arraes, um dos criadores da Frente Popular de Pernambuco“, pontuou.

“Retorno a essa casa honrado pelos votos de milhões de pernambucanas e pernambucanos do Litoral, da Mata do Agreste e do Sertão. Depois de uma campanha eleitoral marcada pelo debate sobre o presente e o futuro do nosso Estado. E retorno com a satisfação de dizer que a aprovação de nosso projeto político foi manifestada democraticamente pela maioria da população, em todas as 12 regiões do nosso estado mais uma vez“.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial