Temer deve responder a pelo menos 7 investigações ao deixar o Planalto



O presidente Michel Temer (MDB) encerrará o mandato respondendo a pelo menos 7 investigações na 1ª Instância, já que ele deverá perder o foro privilegiado ao deixar o Planalto.

A partir das investigações acerca do Decreto dos Portos, a PGR (Procuradoria Geral da República) apresentou uma nova denúncia contra o presidente, por encontrar indícios de 5 outros crimes que envolvem seu nome.

Assim, ao deixar o cargo, Temer deve enfrentar investigações em fase avançada e 5 novos inquéritos, na 1ª Instância da Justiça.

As novas suspeitas não integraram a denúncia por se referirem a fatos anteriores ao seu mandato presidencial, que teve início em 2016. Portanto, cabe aos procuradores que atuam na 1ª Instância analisar cada uma delas, para oferecer novas denúncias.

O pedido da PGR foi encaminhado ao ministro Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal).


Fonte: Poder360

Comentários

Anterior Proxima Página inicial