As trombadas no governo


O governo nem completou dois meses e coleciona algumas trombadas internas inexplicáveis. A de hoje colocou Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, chamando de mentiroso o ministro da Secretaria-geral da Presidência, Gustavo Bebianno. Mas essa é apenas a mais recente das confusões internas.

Nesta semana, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, protestou publicamente contra a disposição da equipe econômica de cortar subsídios para o setor, avisando que o “desmame” do agronegócio não poderia ser feito de imediato.

Dito e feito, para atender os ruralistas, Bolsonaro desfez uma decisão do Ministério da Economia que acabava com a taxa antidumping para o leite em pó contra a União Europeia e a Nova Zelândia. Outra cabeçada está acontecendo na formatação final da reforma da Previdência, que está opondo equipe econômica e a ala política do governo. A saída do hospital pode fazer com que o presidente consiga arrumar a casa e serenar seus aliados. /Estadão – BR 18)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial