Embaixadores árabes pedem reunião de urgência com Bolsonaro e chanceler

Foto Internet

JC Online
Com informações do UOL

Embaixadores de países palestinos fizeram um pedido formal para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, quando a comitiva brasileira retornar ao Brasil da visita oficial a Israel. O pedido foi confirmado pelo embaixador palestino Ibrahim Alzeben, convocado pela Autoridade Palestina após anúncio de Bolsonaro sobre a criação de um escritório comercial em Jerusalém.

"Até agora não tivemos resposta, imagino que a agenda de ambos [de Bolsonaro e Araújo] esteja bem difícil. E não sei se este silêncio tem relação com a visita a Israel", afirmou Alzeben, que é decano do conselho de embaixadores árabes e islâmicos no Brasil. O conselho reúne representantes de 41 países que se reúnem mensalmente em Brasília. Segundo o diplomata, o conselho convocou uma reunião emergencial, que será realizada na Liga Árabe - organização que reúne 22 países - após a viagem do presidente e da comitiva.

O Palácio do Planalto e o Itamaraty ainda não se pronunciaram sobre o convite dos embaixadores árabes para a reunião.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial