Serra Talhada incentiva aração de terras para plantio de algodão


Uma notícia boa para os agricultores familiares de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. Com a chegada das chuvas nos primeiros meses do ano, a Prefeitura está incentivando o preparo da terra para cultivo de algodão em diversas comunidades rurais do município, ação executada com recursos próprios do tesouro municipal.

A iniciativa da PMST, através da Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos e da Secretaria de Finanças, beneficia 50 agricultores familiares que atuam na produção do algodão aroeira e colorido, que será exportado para a Espanha. O valor repassado para cada agricultor é destinado à aração e preparo do solo para o cultivo do “ouro branco”.

Segundo o secretário Zé Pereira, esse ano os agricultores também começam a cultivar o “algodão mocó” e a expectativa é que a produção exportada para a empresa espanhola Organic Cotton Colours seja superior às 5 toneladas vendidas no ano passado. Ainda segundo o secretário, o município fornece todo o acompanhamento necessário aos agricultores para o cultivo do algodão, como o incentivo à aração de terras, sementes para o plantio, assistência técnica rural e auxílio na comercialização do produto.

“A Prefeitura de Serra Talhada destino um valor para a aração das terras dos agricultores que participam do projeto do algodão. Estamos com cinqüenta agricultores no momento plantando um hectare cada um, com acompanhamento da Secretaria de Agricultura e da Associação Agroecológica do Pajeú. É um algodão que já tem destino certo, será exportado para a cidade de Catalão, na Espanha, através da empresa Organic Cotton Colours, que trabalha com algodão cem por cento orgânico como o nosso”, explica o secretário Zé Pereira.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial