Dólar dispara e Bolsa despenca nesta segunda


O dólar aproximou-se de R$ 4 e a Bolsa de Valores fechou no menor nível em quatro meses nesta segunda-feira (13). O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 3,979, com alta de R$ 0,035 (+0,89%). O Ibovespa, principal índice da B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo, fechou o dia aos 91.727 pontos, com recuo de 2,69%.

Numa sessão marcada pelo nervosismo com as tensões comerciais entre Estados Unidos e China, o dólar aproximou-se de R$ 4 e a bolsa de valores fechou no menor nível em quatro meses. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (13) vendido a R$ 3,979, com alta de R$ 0,035 (+0,89%). O Ibovespa, principal índice da B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo, fechou o dia aos 91.727 pontos, com recuo de 2,69%.A bolsa está no menor nível desde 7 de janeiro, quando tinha fechado em 91.699 pontos.

O Ibovespa operou em queda durante toda a sessão, até fechar próximo da mínima do dia. O dólar chegou a atingir R$ 3,99 em diversos momentos do dia, mas desacelerou a alta perto do fim de sessão.A divisa fechou na maior cotação desde 24 de abril, quando tinha atingido R$ 3,986. O mercado financeiro operou sob clima de tensão em todo o planeta devido à escalada das tensões comerciais entre Estados Unidos e China.

Hoje, o governo chinês informou que pretende taxar os produtos norte-americanos em US$ 60 bilhões a partir de 1º de junho em retaliação à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de aumentar as tarifas de 10% para 25% em produtos chineses, totalizando US$ 200 bilhões.

*Com informações da Agência Brasil,  RTP, emissora de televisão pública portuguesa, e da NHK, emissora de televisão pública japonesa

Comentários

Anterior Proxima Página inicial