No dia em que vem a Pernambuco, Bolsonaro vê avaliação negativa superar positiva

Foto Internet

JC Online

Uma semana após os protestos de estudantes e docentes por conta do contingenciamento na educação, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) encara, pela primeira vez, uma avaliação negativa maior do que a positiva. Em pesquisa realizada pela XP/Ipespe, nos dias 20 e 21 de maio, os que achavam o governo Bolsonaro como bom e ótimo ficou em 34% (estava em 35%), enquanto os que avaliavam a gestão como ruim ou péssima ficou em 36% (estava em 31% antes). A margem de erro da pesquisa é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram 1000 entrevistas realizadas.

Os que avaliaram o governo como regular ficaram em 26%, antes eram 31%. Já o que não souberam ou não quiseram opinar ficaram em 4%.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial