Brasil estreia com vitória por 3x0 na Copa América


O show da abertura da Copa América ficou mesmo para a cerimônia com Léo Santana e Karol G. Durante a partida da noite desta sexta-feira (14), a seleção brasileira fez um jogo com muita posse de bola, marcou três gols, mas não demonstrou tanto poderio diante da Bolívia. Todos os tentos foram marcados na etapa complementar, sendo dois de Philippe Coutinho (o primeiro de pênalti) e Everton Cebolinha fechou o placar, esse sim um lance digno de espetáculo.

Na próxima rodada do Grupo A, o Brasil encara a Venezuela. O jogo acontece às 21h30 de terça-feira (18), na Arena Fonte Nova, Salvador. Antes, a Vino Tinto encara o Peru, na tarde deste sábado (15). A partida complementar da 1ª rodada desta chave começa Às 16h, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

O JOGO

Diversas sensações podem ser descritas no embate entre Brasil e Bolívia. A nostalgia, por exemplo, do futebol brasileiro ficou apenas na centenária camisa branca vestida pela seleção. Ao primeiro tempo, restou a sonolência. O único lance a fazer o torcedor ficar mais atento foi aos 10 minutos, quando o zagueiro Thiago Silva subiu sozinho após cobrança de escanteio, cabeceou no cantinho esquerdo e a bola passou perto da trave, saindo.

O torpor seguiu com um adversário que parecia não ter entrado em campo. Nesta etapa, Philippe Coutinho também não confirmou presença. De todo modo, o Brasil chegou a ter quase 80% de posse de bola em toda esta etapa. O que não significou efetividade, com a Bolívia executando apenas a proposta de se defender bem. A seleção seguiu sob vaias para o intervalo.

A volta, porém, tirou o grito de gol aos 5 minutos, em um lance que pediu a intervenção do árbitro de vídeo. Após consulta, o argentino Néstor Pitana assinalou pênalti para o Brasil, com o uso de mão na área boliviana. Finalmente dentro da partida, Coutinho foi para a cobrança e mandou a bola no canto direito. O goleiro Lampe ainda caiu do lado certo, mas não alcançou.

Mais aceso, o jogador voltou a marcar apenas dois minutos depois. Roberto Firmino e Richarlison "trocaram" de função momentaneamente e o jogador do Everton trabalhou com o rival do Liverpool, do meio para a direita. Firmino, então, cruzou na pequena área e Coutinho chegou bem para cabecear para a rede.

Beleza, porém, ficaria para depois. O golaço sairia do banco. O gremista Everton entrou em campo no lugar de David Neres e, poucos minutos depois, fez uma boa jogada individual pelo lado esquerdo. O jogador seguiu tirando dos marcadores, cortou para dentro e mandou um belo chute no ângulo boliviano, fechando o placar em 3x0.

FICHA DA PARTIDA - BRASIL 3x0 BOLÍVIA
Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos,Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Fernandinho e Philippe Coutinho; Roberto Firmino (Gabriel Jesus), Richarlison (Willian) e David Neres (Everton). Técnico: Tite

Bolívia: Lampe; Diego Bejarano, Haquin, Jusino e Marvin Bejarano; Saucedo (Diego Wayar), Justiniano, Chumacero e Castro (Ramiro Vaca); Saavedra (Vaca) e Marcelo Moreno. Técnico: Eduardo Villegas

Copa América (1ª rodada - Grupo A) Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP) Árbitro: Néstor Pitana (ARG) Assistentes: Hernán Maidana e Juan P. Belatti (ARG) Gols: Philippe Coutinho, aos 5' e aos 7' do 2T, e Everton, aos 39' do 2T (BRA) Cartões amarelos: Philippe Coutinho (BRA); Saucedo (BOL) Público: 47.460 Renda: R$ 22.476.000

Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

Comentários

Anterior Proxima Página inicial