Câmara de Serra Talhada deve ficar lotada contra cortes na educação


Dezenas de estudantes e professores do Instituto Federal de Educação (IF-Sertão) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE/UAST) prometem lotar o plenário da Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) nesta segunda-feira (3).

Eles devem acompanhar de perto a votação da Moção de Repúdio 013/2019, de autoria do vereador Sinézio Rodrigues (PT), contrária aos cortes na pasta da Educação, que já provocaram, inclusive, demissões na Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST). O final de semana foi de mobilização.

Nas redes sociais foram espalhadas convocações para ocupação pacifica do plenário. “Devemos ocupar o espaço em defesa das instituições de ensino e contra o corte, e também em defesa da Democracia. Precisamos nos unir e lutar pela mesma bandeira: a Educação”, diz um dos trechos da nota. (Farol de Notícias)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial