Governo de Pernambuco requalifica unidade da Funase e amplia vagas de semiliberdade


O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude,entregou, na tarde desta sexta-feira (31/05), a nova estrutura da Casa de Semiliberdade (Casem) Rosarinho, na Zona Norte do Recife. O espaço, que havia sido desativado em dezembro do ano passado para a realização de reformas, foi requalificado para receber adolescentes com idades de 12 a 16 anos incompletos, todos do sexo masculino. Com a reinauguração da unidade, a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) está ampliando em mais 20 o número de vagas de semiliberdade na capital.

A nova Casem Rosarinho funciona em um local estratégico, às margens da Avenida Norte, corredor que dá acesso a escolas, instituições de ensino profissionalizante e rede de saúde, pontos que são frequentados por adolescentes em semiliberdade. Nesse regime de atendimento, os socioeducandos devem ficar na Casem durante a noite e nos períodos do dia em que não tiverem atividades externas, mas podem deixar o local para ir a aulas e estágios, nos dias úteis, ou à residência de familiares, nos fins de semana.

A nova unidade dispõe de três alojamentos para os adolescentes, todos equipados com camas e kits de higiene, além de um alojamento de apoio para agentes socioeducativos. A estrutura destinada aos coordenadores e profissionais técnicos também passou por mudanças. A previsão é de que os primeiros socioeducandos sejam encaminhados à Casem Rosarinho a partir da próxima segunda-feira (03/06).

 “A gente vê em cada depoimento e em cada espaço desta casa que tudo foi preparado com muito empenho. O que se faz aqui na Funase é uma tentativa incessante de transformar vidas", afirmou o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes, que realizou a entrega da unidade requalificada.

Essa é a oitava Casa de Semiliberdade em funcionamento no Estado. A Funase ainda conta com unidades do tipo em Caruaru, Garanhuns e Petrolina, no Interior. Na Região Metropolitana do Recife, há a Casem Casa Amarela, a Casem Areias e a Casem Olinda, para o público masculino, além da Casem Santa Luzia, para o feminino.

"Vamos trabalhar aqui com os adolescentes mais novos, que nunca passaram por uma unidade de internação. A equipe que realizará esse atendimento dedicou os últimos meses a um processo de preparação, é muito qualificada e, com certeza, dará uma contribuição importante para que os socioeducandos saiam melhores do que quando entraram", declarou a presidente da Funase, Nadja Alencar.

A cerimônia de reabertura foi conduzida pela coordenadora geral da Casem Rosarinho, Elizabete Nunes, ao lado de toda a equipe de coordenadores e técnicos. Estiveram presentes superintendentes, gerentes e coordenadores que atuam na sede e em unidades, além de integrantes da Banda Liberdade, do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Abreu e Lima. Informação enviada a nossa redação via E-mail.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial