Governo do Estado investe no apoio às feiras orgânicas para fortalecer a agroecologia familiar


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, distribuiu nesta segunda-feira (17) 29 balanças a agricultores e agricultoras de seis feiras agroecológicas de Pernambuco. Foram beneficiadas a Rede Espaço Agroecológico (que congrega as feiras orgânicas das Graças, Boa Viagem, Setúbal e Santo Amaro), a Feira da Várzea e a Feira Agroecológica de Surubim.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dilson Peixoto, a iniciativa faz parte de uma ação mais ampla, que é o fortalecimento da agricultura familiar. “Mais do que a entrega das balanças, estamos aqui nos colocando como parceiros dos agricultores e agricultoras que trabalham a agroecologia no Estado e deixando clara a importância que o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, dá a esse segmento”, destacou.

A entrega das balanças aconteceu durante assembléia da Rede, realizada no Sítio São João, zona rural de Abreu e Lima, fundado pelo agricultor Jones Severino Pereira, que é considerado o pai da agroecologia em Pernambuco. Falecido há dois anos, Jones chegou a produzir 13 toneladas de alimentos por ano a partir do manejo de mais de 70 espécies vegetais, tradição mantida por sua família. “Se Jones estivesse aqui ele estaria muito feliz com essa entrega realizada em nosso sítio. Todos nós da família nos sentimos muito honrados com essa homenagem e com o reconhecimento desse trabalho, iniciado em 1994 aqui no sítio e em 1997 na feirinha (das Graças)”, agradeceu Lenir Gomes Pereira, viúva de Jones.

As ações de apoio às feiras agroecológicas em implantação na Secretaria de Desenvolvimento Agrário possuem três eixos prioritários: requalificação das feiras, formalização dos produtores e expansão e interiorização dos pontos de comercialização de produtos orgânicos.

O processo de requalificação começou há cerca de um mês, numa parceria com a Prefeitura do Recife, que implantou novas placas de sinalização de trânsito nas feiras das Graças, Boa Viagem e Rosarinho. A próxima etapa será a instalação de placas de identificação nessas e em outras feiras da capital pernambucana.

Em relação ao interior do Estado, a Secretaria vem mantendo entendimentos com sete cidades do interior com o objetivo de identificar a viabilidade de implantação de espaços agroecológicos em parceria com as prefeituras desses municípios. A ação deve ser ampliada em breve, a partir de uma parceria com o Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Agricultura (Cesmape) para identificação de produtores agroecológicos e avaliar a viabilidade de criação de novas feiras.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial