Homicídio de jovens dispara em Pernambuco, segundo relatório do Ipea


O Brasil teve 65.602 pessoas assassinadas em 2017. O dado é o Atlas da Violência, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e publicado nesta quarta-feira (5). Esse número registra o maior nível histórico de letalidade violenta intencional no país, que atingiu uma taxa de 31,6 mortes violentas para cada 100 mil habitantes. Foi o que informou o Diário de Pernambuco.

Homicídios por estado em 2017

Os dados de 2017 revelam um aumento da violência especialmente em estados do Norte e do Nordeste do país. Pernambuco está entre as sete unidades da federação tiveram aumento acima de 10%. Além dele, foram mencionados Acre, Alagoas, Ceará, Pará, Rio Grande no Norte e Sergipe. Apesar disso, vários estados, como São Paulo, continuam a registrar uma paulatina queda.

Homicídios de jovens no Brasil 

No ranking da taxa de homicídio de jovens no Brasil, Pernambuco também aparece na frente. O estado ocupa a terceira posição, atrás do Rio Grande do Norte e Ceará. Todos esses estão acima da média nacional. 

“Possivelmente o forte crescimento da letalidade nas regiões Norte e Nordeste nos últimos anos tenha sido influenciado pela guerra de facções criminosas deflagrada entre junho e julho de 2016 entre os dois maiores grupos de narcotraficantes do país, o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV) e seus aliados regionais – principalmente as facções denominadas como Família do Norte, Guardiões do Estado, Okaida, Estados Unidos e Sindicato do Crime", explicou  Daniel Cerqueira, coordenador da pesquisa, em entrevista coletiva.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial