"Meu eterno guerreiro", diz durante velório esposa de policial morto


A esposa do soldado da Polícia Militar André Silva, 32 anos, morto nessa segunda-feira (1º) durante confronto com criminosos em Malhada do Meio, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, estava bastante abalada durante o velório, realizado nesta terça-feira (2) no Sítio Juliana, em Santa Maria do Cambucá, onde ele morava antes de se tornar policial.

De acordo com Dímitra Silva, a atuação de André José da Silva na Rocam de Santa Cruz do Capibaribe era a realização de um sonho. "Ele honrou [a farda] até mesmo com o risco da própria vida", disse a esposa do soldado, entre lágrimas.

O soldado deixou três filhas, de um, oito e 14 anos. A viúva revelou sobre como vai lembrar do marido: "Com amor, meu eterno guerreiro, minha vida. Para sempre um guerreiro".

Fonte: NE10

Comentários

Anterior Proxima Página inicial