Agosto Laranja traz ações no combate à esclerose múltipla


O dia 30 de agosto é marcado pelo Dia Nacional da Conscientização da Esclerose Múltipla. Ao longo do mês, chamado pelos neurologistas de Agosto Laranja, uma série de ações acontecem a fim de conscientizar a população sobre a doença neurológica. Ainda não se sabe quais as causas e se há cura para a esclerose múltipla, mas há tratamentos que podem amenizar os sintomas da doença e evitar que ela evolua.

Em Pernambuco, as atividades que fazem parte da programação começaram no último domingo (26) e devem seguir até a próxima sexta-feira (30). De acordo com a Neurologista Lúcia Brito, responsável pelo setor de atendimento à pacientes com esclerose múltipla do Hospital da Restauração (HR), apesar de não ter cura, o tratamento pode ser efetivo no sentido de oferecer aos pacientes a oportunidade de continuar com uma vida normal. 

“Há pacientes que podem não responder a um primeiro tratamento, mas é importante que seja feito o diagnóstico e seja feito um acompanhamento”, afirmou.

Entre os sintomas que podem ser causados pela esclerose múltipla estão alterações na visão, queixas sensitivas, como formigamentos, ou motoras, como desequilíbrios. “Esses sintomas fazem a gente começar a pensar nessa doença inflamatória do cérebro e da medula espinhal”, disse a neurologista. A doença costuma atingir pessoas entre 20 e 40 anos, mas pode acontecer entre indivíduos de outras faixas etárias.

“Aqui no hospital diagnosticamos, fazemos o tratamento medicamentoso, que é o mais recomendado na maioria dos casos e orientamos o paciente e as famílias que convivem com eles”, afirmou Lúcia Brito. 

Veja matéria na íntegra aqui!

Comentários

Anterior Proxima Página inicial