Águas do São Francisco voltam a abastecer Arcoverde, Sanharó e Belo Jardim


O Canal do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco voltou a bombear água para a Barragem de Moxotó, em Sertânia, no sertão pernambucano. O Sistema Integrado Adutora do Agreste-Moxotó voltou a funcionar nesta quinta-feira (8), em fase de testes. O bombeamento estava suspenso há um mês para que o Ministério do Desenvolvimento Regional realizasse ajustes operacionais no sistema.

A notícia foi anunciada pelo presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, ao ser informado que a água havia começado a chegar no reservatório e que o primeiro dos quatro conjuntos de bombas do Sistema Moxotó já está em funcionamento. A expectativa do presidente é que a Compesa retome o abastecimento das cidades de ArcoverdeSanharó e Belo Jardim a partir deste domingo (11) com uma produção de 200 litros de água por segundo do total de 450 litros por segundo, que é a vazão máxima do sistema.

“Os quatro conjuntos de bomba voltarão a funcionar com carga máxima quando a barragem de Moxotó atingir 30% da sua capacidade total, de um milhão de metros cúbicos, o que deverá ocorrer nos próximos dias”, Roberto Tavares explica. Ele também afirma que a Compesa retomará o fornecimento de água por esse sistema para os municípios de Alagoinha, Pesqueira, Tacaimbó e São Bento do Una, que são atendidos pela integração da Adutora do Agreste-Moxotó, mas também alerta que a retomada será lenta para evitar estouramentos na adutora.

Mais cidades receberão águas do São Francisco

A Compesa anunciará um novo calendário de distribuição de água para as cidades depois que o sistema estiver com operação equilibrada. A expectativa é ampliar o fornecimento de água para várias cidades do estado. “Iremos atender melhor essas cidades com o reforço das águas do Rio São Francisco. Outras duas cidades, São Caetano e Brejo da Madre de Deus, ainda serão integradas nos próximos meses a esse sistema, totalizando nove cidades contempladas, conta o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Denis Mendes. (NE10)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial