Gisele Bündchen, Di Caprio, Anitta e outros famosos contra as queimadas


Gisele Bündchen, Leonardo Di Caprio, Demi Lovato, Ariana Grande e Anitta são algumas das celebridades que se manifestaram nesta quarta-feira (21) contra a onda de queimadas na floresta tropical amazônica. Os incêndios na floresta amazônica e no cerrado do centro-oeste dispararam nos oito meses do governo Bolsonaro.

“Somente quando a última árvore for cortada, o último rio poluído, e o último peixe pescado, as pessoas irão entender que não podemos comer dinheiro”, escreveu Gisele. A frase é um proverbio indígena e foi publicada pela modelo acompanhada de matérias que divulgam dados sobre a situação na região.

Demi Lovato escreveu sobre a pouca cobertura do assunto por veículos internacionais. “A Amazônia está queimando por três semanas e só agora eu to sabendo disso pela falta de cobertura da mídia. Ela é um dos ecossistemas mais importantes da terra. Espalhe informação”, compartilhou a artista no seu Instagram Stories.

Anitta compartilhou um texto escrito pela ativista e amiga pessoal, Luisa Mell: “Senhor presidente da república, Respeite o povo brasileiro. Assuma sua responsabilidade! Não nos trate como idiotas. Sim, época de seca na Amazônia, mas as causas naturais não são suficientes para explicar a magnitude dos incêndios neste ano. É um crime contra toda a humanidade o que acontece neste momento. O senhor pode dizer que os números mentem, pode tentar acusar os cientistas de estarem contra o senhor. Pode tentar jogar a culpa nas ongs. Mas a verdade se impõe. Será o senhor um esquecido?”, diz o texto.

Já Ariana Grande compartilhou a mesma publicação que muitos outros artistas sobre a falta de divulgação da imprensa sobre o assunto. Cara Delevingne, Jaden Smith, Billie Eilish e Leonardo Di Caprio foram outras celebridades que falaram as queimadas que devoram a floresta amazônica. Alguns utilizaram também a hashtag #PrayforAmazonia. (Blog do Esmael)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial