Governo inclui Correios e anuncia 17 estatais que estuda privatizar


O governo Jair Bolsonaro (PSL) anunciou uma lista de 17 estatais que estuda privatizar nos próximos anos. Oito delas já estavam incluídas nos estudos do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos). Outras nove foram anunciadas hoje.

Foi anunciado, ainda, que a equipe econômica está autorizada a vender o equivalente a R$ 1 bilhão em ações do Banco do Brasil (BBAS3). O anúncio foi feito em entrevista coletiva concedida pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Telebras
ABGF (Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias)
Correios
Porto de Santos (Codesp, Companhia Docas do Estado de São Paulo)
Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados)
Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social)
Emgea (Empresa Gestora de Ativos)
Ceitec (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada)
Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo)
Já estavam incluídas no PPI:

Lotex
Eletrobras
Casa da Moeda
Ceasaminas (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais)
CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos)
Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre)
Porto de São Sebastião
Porto do Espírito Santo
Não eram 17?
Ontem, o ministro Paulo Guedes (Economia) havia dito que a lista traria 17 empresas.

Questionado sobre o número prometido ontem e o divulgado hoje, o secretário especial de Desestatizações, Salim Matar, disse que houve "equívoco de informação" e que, na realidade, as 17 ofertas se referiam ao que está no "pipeline" [mapeamento] do governo. (Economia Uol)

Veja matéria completa aqui!

Comentários

Anterior Proxima Página inicial