João Campos: 'Acho até uma virtude você ter pouca idade'


Entre aliados, os 25 anos do deputado federal João Campos costumam gerar argumentos iniciados com a expressão "apesar da pouca idade" e ela, em geral, vem sucedida por elogios ao desempenho do herdeiro de Eduardo Campos. 

De outro lado, na oposição, parlamentares têm apontado essa juventude como ponto negativo, capaz, na análise de oposicionistas, de gerar desconfiança no eleitor em 2020. Protagonista do projeto majoritário do PSB para o pleito do ano que vem no Recife, João não se intimida em razão da pouca idade e defende o seguinte: "Eu acho até uma virtude você ter pouca idade". E emenda: "A jovialidade representa uma vontade, um desejo de trabalhar, você ser incansábel nos sonhos, no que você deseja construir e, se você tem pouca idade - talvez 25 anos possa ser pouca idade para alguns - há uma possibilidade de você se dedicar em dobro, trabalhar em dobro, estudar em dobro e com tudo isso, aí, você ganha experiência". Daí, ele argumenta: "Tudo na minha vida começou cedo". Então, lista a trajetória: "Passei no vestibular de engenharia no 2º ano do ensino médio, no curso que queria, na UFPE. Dentro do curso, adiantei para me formar em quatro anos e meio. 

Tive oportunidade de fazer iniciação científica, trabalhar em consultoria, no chão de obra e tudo começou cedo, até minha própria candidatura". João fez essas considerações, ontem, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7.

O socialista prossegue: "Fui o deputado mais novo eleito e isso não me impediu de ser mais votado da história do Estado, mostra que o povo confiou. Então, o povo percebe não pela idade, mas pela forma que cada um se portar diante da situação. Maturidade não necessariamente está vinculada à idade". Nas coxias da oposição, há quem questione se o eleitor vai preferir "a juventude ou a experiência" e pesquisas qualitativas já foram encomendadas para aferir. Para Câmara Federal, João teve 460.387 votos. Em segundo lugar, ficou Marília Arraes, com 193.108, que também tem planos majoritários, mas está no PT, que segue alinhado ao PSB. (Folha Política)


Comentários

Anterior Proxima Página inicial