CNH: Pernambuco contará com sistema de validação facial de habilitados


O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) inaugurou o sistema de validação facial de condutores no Estado. A inciativa, que já está em vigor desde segunda-feira (23), tem como objetivo prevenir fraudes no sistema de emissão, mudança ou adição de categoria e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além do registro facial, o novo procedimento conta com armazenamento biométrico e assinatura digital. Em 2018, 483.636 mil carteiras de habilitação foram emitidas no Estado. Neste ano, até setembro, foram 355.409.

Pernambuco é o primeiro estado da região Nordeste a receber a tecnologia, que foi adquirida por meio da Portaria nº1515/18, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). O novo sistema funcionará da seguinte maneira: o usuário terá sua imagem coletada em um dos pontos do Detran-PE do estado e, de imediado, a fotografia será enviada ao banco de dados do Sistema Nacional de Habilitação.

No local, ela será comparada a outra imagem que o usuário tenha cadastrada e será feita uma comparação facial, com objetivo de confirmar a identidade do mesmo. A similaridade entre a foto enviada e a imagem do banco de dados deverá ser de 90% ou superior, para o processo ser validado automaticamente. Com a aprovação, o candidato poderá pular para as próximas etapas do serviço solicitado.

Caso o percentual de 90% não seja alcançado, o processo de confirmação será feito manualmente por um funcionário do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach) do Detran-PE. As duas imagens serão analisadas pelo colaborador e, se necessário, serão checadas a biometria e a assinatura. Se nenhum procedimento confirmar a identidade do usuário, o caso será investigado pela coordenação do próprio órgão.

Procedimento não encarecerá o serviço

De acordo com o gerente de habilitação do Detran-PE, Nivaldo Cordeiro, Pernambuco não registrou fraudes do tipo recentemente. Porém, o gestor alega que, com o sistema, as chances deste tipo de situação ocorrer diminuem. "Pernambuco não tem registro recente de tentativas de fraude de emissão de habilitação, de alguém tentar se passar por outro. Mas, a ferramenta agrega mais segurança ao processo", afirmou.

O novo procedimento adotado não significará mais tempo de espera e nem aumento no custo dos serviços, enfatiza Nivaldo. Segundo ele, a mudança será imperceptível para a população. "No momento que ele conclui aqui, no ponto de atendimento do Detran, a coleta da imagem. Essa imagem já sobe em questões de segundos, para base nacional de dados do Sistema Nacional de Habilitação e essa validação acontece quase que instantaneamente. Sem custo adicional para o usuário", explica o gerente. Por Jc Online.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial