ONG faz campanha e gatão de 12 kg recebe 3.000 pedidos de adoção


"Você pode dar um lar para ele? Adote esse pacotão de fofura e amor e ajude esse cara de olhos tristes a encontrar a felicidade", diz a legenda da foto que viralizou na internet.

BeeJay, ou simplesmente Mister B., é um gato parrudão que até o mês passado vivia anonimamente no abrigo Morris Animal Refuge, na Filadélfia, nos Estados Unidos.

Adulto, com 12 kg e alguns probleminhas de saúde e de comportamento, o senhor B. tinha poucas chances de ser adotado.

Mas a vidinha pacata e as baixas expectativas de ganhar um lar mudaram completamente no dia 22 de agosto, quando a equipe da ONG decidiu fazer uma campanha nas redes sociais para encontrar uma família para o bichano.

O post ainda chama o felino de "chonk", uma maneira carinhosa de se referir a animais "robustos".
A foto de BeeJay no colo de uma voluntária foi compartilhada milhares de vezes em poucas horas. Os acessos foram tantos que o site da ONG chegou a ficar fora do ar.

Dias depois, a equipe do Morris Animal Refuge publicou um texto dizendo que o bichano recebeu 3.000 pedidos de adoção.

Mais importante ainda: a visibilidade que BeeJay recebeu aumentou muito o número de adoções no abrigo. Um dos sortudos foi uma gatinha chamada Pandora, que estava para adoção havia 228 dias.
E o senhor B? O gatão foi adotado por uma família que já tinha experiência com felinos com problemas comportamentais e de saúde.

Ele também ganhou um perfil no Instagram (@chonkymrb) para que seus fãs possam agora acompanhar seus dias de glória. Por Folha Press

Comentários

Anterior Proxima Página inicial