Paulo Câmara: "Primeira compra coletiva do Consórcio Nordeste mostra a nossa competitividade"


O governador Paulo Câmara se reuniu, nesta segunda-feira (16/09), com os demais governadores nordestinos, no Rio Grande do Norte. No encontro, promovido pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste, foram discutidos pontos importantes para crescimento da região, com o comprometimento do bloco com a promoção de um desenvolvimento sustentável e a realização de cada vez mais investimentos em energias renováveis. E, com o primeiro edital finalizado, o colegiado reforça a sua competitividade e aponta para uma economia importante para os cofres públicos.

"Vamos ter ganho em escala e teremos condições de economizar para a realização de mais investimentos em cada Estado. Até dezembro, vamos fechar outros editais e assim alcançar boa parte dos produtos que queremos", destacou Paulo Câmara, completando: "Primeira compra coletiva do Consórcio Nordeste mostra a nossa competitividade".

O gestor pernambucano pontuou que as ações do Consórcio vão contribuir para o fortalecimento do cenário econômico nacional. "A nossa agenda busca a conquista de avanços essenciais, que vão nos ajudar a ter um papel cada vez mais forte na economia do Brasil, e tem um olhar e um cuidado de quem lida diretamente com a nossa população, com o compromisso de atuar diariamente na direção de um desenvolvimento sustentável e do respeito ao meio ambiente", destacou Paulo Câmara.

Os chefes dos Executivos estaduais do Nordeste também discutiram a reforma tributária, que possui um proposta elaborada após estudo dos secretários da fazenda dos 27 Estados. Em paralelo, há dois outros textos tramitando no Congresso Nacional e ainda existe a possibilidade de o Governo Federal apresentar uma outra versão para o tema. "Temos que ficar muito atentos, observando possíveis mudanças que possam vir a prejudicar os Estados e a população", salientou Câmara.

"Nós manifestamos também o desejo e vamos trabalhar junto à Câmara dos Deputados para que projetos que estão lá de interesse dos Estados possam ser votados o quanto antes, entre eles, o projeto que recentemente foi votado no Senado que trata da Cessão Onerosa de receitas de petróleo. É urgente a votação na Câmara, e nós vamos trabalhar para que esse projeto seja votado o mais rápido possível, juntamente com o projeto de securitização das dívidas, que também está lá há vários meses aguardando a votação, além da questão do Plano Mansueto", pontuou Rui Costa, governador da Bahia e presidente do Consórcio.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial