Caatinga terá destaque na Conferência Brasileira da Mudança do Clima


A caatinga terá destaque na conferência brasileira da mudança do clima (CBMC), que acontece de quarta (6) a sexta-feira (8) no Recife (PE). Representantes de diversos setores da sociedade do país debaterão sobre oportunidades com o desenvolvimento sustentável diante da governança da crise climática. O evento servirá de propostas para o Brasil em relação ao compromisso do Governo Federal em relação ao acordo global do clima. A conferência é uma organização do instituto ethos.

“Aproveitamos as potencialidades que a caatinga (sol em abundância e a inteligência genética e bioeconômica da flora diante do clima semiárido) já tem para fazermos a adaptação e transição para uma agricultura de baixo carbono (Produção Agrovoltaica) que aponta para um novo modelo socioeconômico frente à crise climática e as oportunidades que surgem com elas“, frisou a coodernadora do laboratório de mudanças do clima do instituto agronômico de Pernambuco (IPA), Francis Lacerda, gestora da rede nacional de pesquisadores Ecolume.
A Ecolume é responsável pela criação, implantação e operação do 1ª Sistema Agrovoltaico Brasileiro, instalado do Sertão do Moxotó na escola de Agroecologia Sertão, que é uma oscipe. O sistema produz o ano todo energia solar, alimento vegetal, mudas de plantas nativas para o reflorestamento e proteína animal através de um sistema fotovoltaico e hídrico fechado e orgânico.

Informações: Assessoria de Imprensa do Ecolume 

Comentários

Anterior Proxima Página inicial