MPPE realizou curso de vitaliciamento de promotores de Justiça em Triunfo


Entre os dias 21 e 23 de outubro, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) realizou na cidade de Triunfo a 2ª Reunião Anual Ordinária dos Promotores de Justiça em Estágio Probatório. O evento foi realizado no auditório do Serviço Social do Comércio, localizado no bairro de São Cristóvão. O principal objetivo do encontro foi o de proporcionar a troca de conhecimentos entre os participantes, posicionando de forma estratégica a atuação dos novos promotores.

"Tínhamos um déficit de 146 promotores de Justiça. Nos últimos dois anos trabalhamos para aumentar o número de ingressos e chegamos a 77 novos promotores de Justiça atuando, prioritariamente, no interior do Estado. No momento que você coloca um promotor de Justiça em uma cidade, a criminalidade diminui e a cidadania é fortalecida. Com esse encontro queremos, ainda, incentivar, que os novos promotores tenham uma visão plural da Justiça. Buscando soluções que façam prevalecer a justiça a partir de uma visão humanística, sociológica e antropológica do membro do MP, resultando, assim, uma atuação muito mais eficiente e responsável”, disse o procurador-geral de Justiça do MPPE, Francisco Dirceu Barros.

A abertura e o encerramento do encontro foi realizada pelo corregedor-geral do MPPE, Alexandre Bezerra. "Reunimos os novos promotores de Justiça em um momento de profícuo debate acerca do Ministério Público de hoje, da função e do papel dos membros na garantia da cidadania e na defesa dos direitos do cidadão. Temos que ter uma visão futurística da nossa instituição. As demandas da sociedade só aumentam e se não atualizarmos o modo de pensar o direito, não poderemos atender aos anseios da sociedade", disse ele.

Com o tema "Ouvidoria-Diálogos com a cidadania", a ouvidora-geral do MPPE, Selma Barbosa, realizou a primeira apresentação, destacando a importância da ouvidoria dentro do MPPE. “Abordamos aspectos como o importante papel da ouvidoria na recepção de demandas do cidadão, apresentando, ainda o funcionamento e as formas de interação com o cidadão. Com a implementação do Audivia tivemos um relevante incremento nas demandas sociais e também um aumento da resolutividade dos colegas, que estão tendo mais facilidade para responder”, disse ela. Durante a apresentação a ouvidora-geral falou, ainda, da articulação que está sendo realizada com o Comitê de Segurança Institucional para o desenvolvimento do projeto de Integridade do MPPE. Fonte: (MPPE)

Veja matéria completa aqui.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial